sábado, 12 de setembro de 2009

Com que cara vais sair hoje?!

Descobri que tua obsessão por 'cada coisa em seu lugar', cada assunto em seu tempo, cada palavra em seu estilo, não era o prêmio merecido de uma mente em ordem, mas, pelo contrário, todo um sistema de simulação inventado por ti para ocultar a desordem da tua natureza. Descobri que não tentas ser disciplinada por virtude, e sim como reação contra a tua negligência; que pareces generosa para encobrir tua mesquinhez, que se faz passar por prudente quando na verdade és desconfiada e sempre pensa o pior das pessoas, que tentas ser 'conciliadora' para não sucumbir às tuas cóleras reprimidas, que só tentas ser pontual para que ninguém saiba como pouco te importas o tempo alheio. Descobri, enfim, que o amor não é um estado da alma e sim um signo do Zodíaco.
[Adaptação de "Memórias de Minhas Putas Tristes" -Gabriel García Márquez]

8 comentários:

  1. Com estilo... ARRASOU!!!

    ResponderExcluir
  2. Uh lah lah Chèri!Que l'observation fantastique! Sócrates ne pouvait pas faire mieux...rs

    ResponderExcluir
  3. Caracas!ñ sei a quem foi direcionado, mas ele ou ela vai parar no Divã...kkkk Tadinho(a) Déa.
    Bjo querida, tô adorando tudo aqui.

    ResponderExcluir
  4. Ô bela, o divã ñ funciona com la persona. Tem q ser lobotomia... Uma coisa eu gostei, foi tudo ter despertado um lado bom em mim que eu não conhecia: O DA REAÇÃO! É uma lei da física e eu havia esquecido a matéria...rs Bjos em ti.

    ResponderExcluir
  5. Gostei dessa "versão" meio Cazuza, meio Socrático-Aristotélico e meio Freudiano, prq não?! Siga em frente!

    ResponderExcluir
  6. Vai dormir 'cambada'!...rs

    CAMBADA: Grupo de pessoas, turma.

    "No meio da festa apareceu uma cambada muito estranha..." ;)

    ResponderExcluir
  7. Vc torna meus dias mais interessantes...rsrs

    ResponderExcluir